Ações da OAB

OAB Ouve: Advocacia de Porangatu (GO) celebra pagamento de UHDs

10 de junho de 2017

Goiânia (GO) - A Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Goiás (OAB-GO) encerrou a quinta edição do programa OAB Ouve nesta sexta-feira (9), na subseção de Porangatu. O programa que leva membros da diretoria da seccional para ouvir as demandas da advocacia do interior foi a outras cidades da região norte do estado (Niquelândia e Uruaçu) na quinta-feira (8).

Em visitas por dois escritórios, a advocacia local relatou problemas enfrentados devido à falta de magistrados e às constantes violações de prerrogativas.

Sobre a necessidade de magistrados na cidade, o presidente Lúcio Flávio declarou que já estão sendo agendadas reuniões no Tribunal de Justiça para tratar de questões semelhantes de outras comarcas. “Vamos agendar também uma reunião para tratar da situação de Porangatu que se revelou um problema crônico”, afirmou. 

A comitiva liderada pelo presidente Lúcio Flávio estava composta pelo secretário-geral Jacó Coelho; a secretária-geral adjunta Delzira Menezes; os conselheiros seccionais Paulo Paiva, Maura Campos e Jônatas Moreira e o diretor-adjunto da Escola Superior da Advocacia de Goiás (ESA-GO) Diogo Oliveira. O grupo reuniu-se com o prefeito Pedro Fernandes para convidá-lo a participar da reunião no Tribunal de Justiça com o objetivo de reforçar a solicitação por mais magistrados para a comarca.  

De acordo com o presidente da subseção, Mário Pinheiro, Porangatu enfrenta essa situação há cerca de sete anos. "Fico satisfeito em ver que a seccional está fazendo o máximo para nos ajudar nessa questão", declarou Mário. 

Quanto à defesa de prerrogativas, Lúcio Flávio destacou a realização do concurso para a procuradoria das prerrogativas. “Nosso compromisso é profissionalizar e dar um salto de qualidade na defesa das prerrogativas”, afirmou o presidente.

Tema celebrado pela advocacia local foi o pagamento de Unidades de Honorários Dativos (UHDs) atrasados. As advogadas Ana Amélia Paulino e Tatiana Zambianco contaram que receberam os pagamentos no início de 2017.

"Fiquei extremamente feliz porque pude perceber que o trabalho está sendo feito para resolver os pagamentos atrasados", afirmou Tatiana que estava com pendências desde 2010.

A advogada Ana Amélia Paulino recebeu os pagamentos em três parcelas. "Fiquei surpresa e muito satisfeita quando vi o primeiro pagamento. É sinal do esforço da diretoria da Ordem em garantir os repasses", declarou. 

O presidente Lúcio Flávio reforçou aos colegas todo o trabalho que está sendo realizado para quitar os débitos com os advogados dativos. "O nosso objetivo é conseguir pagar o que está atrasado para que, no futuro, os colegas recebam os pagamentos em dia", afirmou.

O delegado da ESA de Porangatu, Manoel Toledo, também levou a demanda da construção da sede da subseção, proposta que a comitiva da seccional declarou que será iniciada em breve. "A empresa que irá criar o projeto da construção já foi selecionada", disse o secretário-geral Jacó Coelho.? Nas outras edições, a caravana já esteve em Caldas Novas e Piracanjuba; Luziânia, Valparaíso e Águas Lindas de Goiás; Acreúna, Rio Verde, Jataí e Mineiros; e Formosa e Planaltina de Goiás. 

Vídeo em Destaque

Receba o informativo

Cadastrar

Conselho Federal da OAB

Conselho Federal da OAB SAUS Quadra 5, Lote 1, Bloco M Brasília, DF - CEP 70070-939 Fone: (61) 2193-9600

www.oab.org.br